Bahia

Juiz prorroga intervenção em hospital de Candeias e critica gestão da diretoria

Nesta quarta-feira (22), o juiz federal da 12ª Vara da Seção Judiciária da Bahia (SJB), Ávio Moraes José Ferraz de Novaes, prorrogou por mais 180 dias a intervenção no Hospital Municipal de Candeias Ouro Negro, na cidade de Candeias, Região Metropolitana de Salvador (RMS). [Leia mais...]

[Juiz prorroga intervenção em hospital de Candeias e critica gestão da diretoria]
Foto : Reprodução

Por Yasmin Garrido no dia 22 de Fevereiro de 2017 ⋅ 16:11

Nesta quarta-feira (22), o juiz federal da 12ª Vara da Seção Judiciária da Bahia (SJB), Ávio Moraes José Ferraz de Novaes, prorrogou por mais 180 dias a intervenção no Hospital Municipal de Candeias Ouro Negro, na cidade de Candeias, Região Metropolitana de Salvador (RMS).

O magistrado alega que, após reunião com a atual administração da unidade de saúde, percebeu que não havia pleno conhecimento da rede de saúde existente, dos seus respectivos fluxos, organogramas e protocolos de atendimentos, decidindo pela prorrogação da intervenção sob pena de gerar um caos absoluto na saúde pública municipal.

“O interventor designado por este juízo vem insistentemente, mesmo após o início da nova gestão, apresentando relatórios que noticiam situações de gravíssimas repercussões no âmbito da saúde do município de Candeias”, diz trecho da decisão. O juiz ainda acrescenta que há “desconhecimento da administração quanto à observância das normas técnicas que cercam o atendimento das urgências e emergências, colocando em risco a segurança hospitalar”.

Em poucas semanas de gestão, o prefeito eleito de Candeias, Dr. Pitágoras, que é formado em medicina na Universidade da Bolívia, e a secretária de Saúde, a primeira-dama Soraia Cabral, já foram denunciados pelo Sindicato dos Médicos no Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia, em razão das acusações de descaso na saúde do município.

Veja abaixo a decisão na íntegra:

Notícias relacionadas