Bahia

Candeias: Justiça determina retorno de professores às salas de aula

Uma decisão expedida pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), determina que os professores da rede municipal de Candeias retomem as atividades imediatamente, sob pena de multa de R$ 10 mil por dia. [Leia mais...]

[Candeias: Justiça determina retorno de professores às salas de aula]
Foto : Reprodução

Por Yasmin Garrido no dia 05 de Abril de 2017 ⋅ 15:42

Uma decisão expedida pela desembargadora Sandra Inês Morais Azevedo, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), determina que os professores da rede municipal de Candeias, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), retomem as atividades imediatamente, sob pena de multa de R$ 10 mil por dia. Os docentes estão em greve desde o último dia 13 de março.

De acordo com os procuradores do município, a paralisação é ilegal, uma vez que não respeitou o prazo de 48 horas de antecedência para notificação da greve. Ainda, os juristas afirmam que o documento foi encaminhado à Prefeitura sem ata de assembleia, lista de presença e pauta de reivindicações.

O Sindicato dos Servidores do Município de Candeias (SISEMC), que responde pelos professores, informou que ainda não foi notificado da decisão. A greve teve início após a negativa da Prefeitura de conceder reajuste 7,4% à categoria. Ainda não há data definida para o retorno das aulas.

Notícias relacionadas

[Embasa nega favorecimento de empresas em contratos ]
Bahia

Embasa nega favorecimento de empresas em contratos 

Por Metro1 no dia 18 de Outubro de 2019 ⋅ 07:58 em Bahia

“As dispensas de licitações são previstas legalmente para garantir a continuidade da prestação de serviços essenciais para população", diz a empresa