Bahia

Governo vai entregar quatro policlínicas e dois hospitais até dezembro, diz secretário de Saúde

O secretário de Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, falou, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (18), sobre as série de inaugurações que serão feitas pelo governador Rui Costa até o final do ano. Serão entregues dois hospitais e quatro policlínicas.

[Governo vai entregar quatro policlínicas e dois hospitais até dezembro, diz secretário de Saúde]
Foto : Matheus Morais/ Metropress

Por Matheus Morais no dia 18 de Outubro de 2017 ⋅ 09:38

O secretário de Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, falou, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (18), sobre as série de inaugurações que serão feitas pelo governador Rui Costa até o final do ano. Serão entregues dois hospitais e quatro policlínicas.

“Temos um pacote de entregas que terá que ser em ritmo de correria. Já entregamos o Hospital da Mulher, fizemos reformas e ampliação no Ernesto Simões, investimos mais de R$ 20 milhões no Hospital Roberto Santos. Em novembro, entregaremos quatro policlínicas, sendo elas nas cidades de Teixeira de Freitas, Jequié, Irecê e Guanambi. Além disso, mais dois hospitais, dia 1 de dezembro o da Costa do Cacau, em Ilhéus, e dia 8 de dezembro o da Chapada, na cidade de Seabra”, explicou.

Na oportunidade, Vilas-Boas falou sobre o projeto de interiorização da saúde, capitaneado pelo governador Rui Costa. “Tenho o maior orgulho de fazer parte desse projeto do governador Rui Costa. Porque ele está no caminho correto. Nos últimos 16 anos se criou um grande serviço de atenção básica no interior do estado, antes era tudo voltado para a capital. A pessoa precisa fazer prevenção de doenças no dia a dia. Temos hoje cobertura de atenção básica que chegam a 100% em cidades do interior”, ressaltou.

“A visão do governador de levar essa atenção básica para o interior, através das policlínicas, vem preencher essa vazio que havia. A população passará a ser atendida. Nós adquirimos 100 ônibus com ar-condicionado para levar e trazer as pessoas para as policlínicas no interior”, completou.

Notícias relacionadas