Bahia

Vereador de Feira diz que Papa 'contribui para o fim do mundo' ao apoiar gays

Edvaldo Lima, do MDB, diz que não se incomoda com críticas, nem possíveis denúncias de homofobia

[Vereador de Feira diz que Papa 'contribui para o fim do mundo' ao apoiar gays]
Foto : Ascom / Câmara Municipal de Feira de Santana

Por Metro1 no dia 27 de Outubro de 2020 ⋅ 12:13

O vereador Edvaldo Lima (MDB), de Feira de Santana, criticou o comentário do Papa Francisco, que afirmou que os homossexuais, como filhos de Deus, têm direito a uma família. Durante sessão na Câmara Municipal, ontem (26), o edil, que é evangélico, disse que o papa  é favorável à "desconstrução da família" e está "contribuindo para o fim do mundo".

"Respondo a nove processos, não me preocupa se vier mais um", afirmou. Ele disse não entender como um homem que é "religioso e estudioso da Bíblia defende a união homoafetiva". “Deus criou o homem e a mulher para procriar. Homem com homem não gera filho, nem mulher com mulher. Se for assim, daqui a 20 anos não precisa mais ter escola porque não haverá mais criança”, declarou. Ele ainda afirmou que não se incomoda com críticas, nem possíveis denúncias de homofobia.

Em novembro do ano passado, Edvaldo Lima se disse perseguido por combater o “ativismo gay”. O vereador já fez várias declarações homofóbicas e acusou a cantora Daniela Mercury de invocar demônios e fazer apologia a homossexualidade.

Notícias relacionadas