Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Defensoria avalia que Inep mente sobre segurança do Enem

Planos de aplicação da prova incluem salas com até 80% de ocupação, enquanto o governo federal promete 50%

[Defensoria avalia que Inep mente sobre segurança do Enem]
Foto : Arquivo/Agência Brasil

Por Metro1 no dia 17 de Janeiro de 2021 ⋅ 08:36

A Defensoria Pública da União (DPU) afirmou à Justiça ontem (16) que o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep) mentiu sobre a ocupação de salas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), previsto para ocorrer hoje (17). Segundo informações do Estadão, os planos de aplicação da prova incluem salas com até 80% de ocupação, enquanto o governo federal promete 50%. Um novo pedido de adiamento do exame, feito pela DPU, foi negado pela Justiça.

A DPU sustenta que o Inep, órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC), sabia que o plano de ocupação das salas ultrapassa a capacidade de 50%. Uma reportagem do Estadão revelou que aplicadores do Enem relataram ocupação de salas acima do previsto pelo Inep, além da impossibilidade de garantir o distanciamento dos estudantes.

Leia mais:

Em meio à segunda onda de Covid-19, Enem 2020 é aplicado neste domingo; saiba mais

Notícias relacionadas