Quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Brasil

Após piora nos indicadores da Covid-19 e aumento das internações, SP deve endurecer quarentena

Houve aumento da ocupação de leitos de UTI no interior e na Grande São Paulo

Após piora nos indicadores da Covid-19 e aumento das internações, SP deve endurecer quarentena

Foto: Reprodução/TV Globo

Por: Stephanie Suerdieck no dia 20 de janeiro de 2021 às 18:32

O governo de São Paulo anunciou hoje (20) que fará nesta sexta-feira (22) uma nova reclassificação das regiões do estado no plano que estipula as regras da quarentena, após mais uma semana de piora nos indicadores da Covid-19. Pelo Plano São Paulo, podem ser rebaixadas para fases com regras mais restritivas da quarentena as regiões que apresentam grande aumento semanal de novas internações, mortes, casos ou taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Houve aumento da ocupação de leitos de UTI no interior e na Grande São Paulo, mas o governo João Dória (PSDB) não antecipou quais são as regiões que devem mudar de fase. "Na próxima sexta-feira iremos anunciar uma nova reclassificação do Plano São Paulo. São esses índices que mostram que algumas regiões precisam de uma atenção especial para continuar garantindo assistência à saúde", disse o secretário de Saúde do estado, Jean Gorinchteyn, em coletiva de imprensa. De acordo com o secretário, “as restrições de horários e serviços têm como objetivo diminuir a circulação das pessoas e, com elas, do vírus". 

Ontem (19), o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, Paulo Menezes, já havia adiantado que a piora nas taxas de ocupação de UTI poderia fazer o estado endurecer a quarentena novamente. Hoje, segundo o governo paulista, a taxa de ocupação de leitos de UTI é de 70% em todo o estado e de 70,5% na Grande São Paulo, considerando a média das 39 cidades que compõem a região.

Após piora nos indicadores da Covid-19 e aumento das internações, SP deve endurecer quarentena - Metro 1