Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Enem digital registra 68% de abstenção

De acordo com o presidente do Inep, houve 'alguns problemas', mas 'todo processo inédito está sujeito a obstáculos'

[Enem digital registra 68% de abstenção]
Foto : Álvaro Henrique/Secretaria de Educação do DF

Por Adele Robichez no dia 01 de Fevereiro de 2021 ⋅ 08:20

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no formato digital, ocorrido ontem (31) teve uma abstenção de 68%. De um total de 96 mil inscritos, apenas 29.703 participaram do concurso. O segundo dia da prova acontece no próximo domingo (7).

De acordo com o presidente do Inep, Alexandre Lopes, essa situação aconteceu porque houve "alguns problemas", mas pontua que "todo processo inédito está sujeito a obstáculos". A aplicação do exame aos candidatos de Belo Horizonte (MG) atrasou 2 horas; os estudantes do Distrito Federal foram dispensados após um erro no sistema; no Amapá o único local da avaliação foi interditado; em Tocantins houve registro de problemas técnicos em ao menos três lugares onde o concurso acontecia.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou que "isso [problemas técnicos] iria acontecer por causa de sobrecarga no sistema". Segundo Lopes, 93 mil máquinas foram usadas no Enem digital. Ele afirmou que o alto índice de faltantes foi "em função da pandemia".

A expectativa do Inep é que o Enem possa se tornar completamente digital até 2026. Os candidatos que tiveram problemas com a realização do exame poderão fazer as provas no dias 23 e 24 de fevereiro.

Notícias relacionadas