Quarta-feira, 01 de dezembro de 2021

Brasil

Mendes desmente Ernesto Araújo sobre responsabilidade pelo enfrentamento à pandemia no Brasil

Ministro das Relações Exteriores afirmou que decisão do STF estabelece que apenas governadores são responsáveis por medidas de distanciamento social; Mendes nega e diz que governo federal também tem competência

Mendes desmente Ernesto Araújo sobre responsabilidade pelo enfrentamento à pandemia no Brasil

Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF

Por: Adele Robichez no dia 11 de março de 2021 às 07:40

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes acusou o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, de ter disseminado informações falsas sobre o STF e a responsabilidade da crise sanitária no Brasil.

Araújo afirmou ontem (10), em seu perfil no Twitter, que o canal de notícias CNN "entendeu tudo errado sobre o Brasil e a Covid-19”. Em resposta a uma reportagem do canal estadunidense sobre a situação da pandemia no país, com o título "Brasil relata o dia mais mortal pela Covid-19", o chanceler afirmou que a responsabilidade do enfrentamento à pandemia é exclusiva dos governadores dos estados.

“Aqui estão os fatos: Após uma decisão do Supremo Tribunal de abril de 2020, os governadores dos estados - não o presidente - têm, na prática, toda a autoridade para estabelecer/gerir todas as medidas de distanciamento social”, disse o ministro das Relações Exteriores.

Mendes respondeu a publicação afirmando que se trata de uma “fake news”. Ele reforça que  o governo federal tem competência para adotar medidas de proteção contra o coronavírus. “FAKE NEWS! Aqui está o fato real: o Supremo Tribunal Federal decidiu que as administrações federal, estadual e municipal têm competência para adotar medidas de distanciamento social. Todos os níveis de governo são responsáveis pelo desastre que enfrentamos”, escreveu.

Mendes desmente Ernesto Araújo sobre responsabilidade pelo enfrentamento à pandemia no Brasil - Metro 1