METROPOLE

Sexta-feira, 07 de maio de 2021

Brasil

Hospitais públicos e particulares do RJ sofrem com escassez de medicamentos para intubação

Há cidades do estado com o estoque zerado

Hospitais públicos e particulares do RJ sofrem com escassez de medicamentos para intubação

Foto: Divulgação

Por: Metro1 no dia 14 de abril de 2021 às 14:16

Hospitais públicos e particulares do estado do Rio de Janeiro sofrem com a escassez de medicamentos e sedativos para intubação de pacientes com Covid-19, que atingem todo o país. De acordo com apuração do portal G1, a situação é dramática em algumas unidades de saúde da rede pública. Há cidades do estado com o estoque zerado.

Na rede privada, profissionais também denunciam o aumento de preços. Uma funcionária do Hospital Municipal São José, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, relata como foi o plantão de fim de semana sem sedativos.

“No final de semana teve um plantão que teve oito mortes. Não tinha medicações, não tinha sedativos para os pacientes do CTI e, então, infelizmente, eles vieram a óbito. Nós vimos, assim, os profissionais desesperados, chorando, porque não tinha o que fazer para ajudar, né? Tá com falta de seringa, tá com falta de agulha”, contou a funcionária. 

Em Saracuruna, também em Caxias, uma mulher gastou R$ 11 mil com medicamento necessário à intubação. Após uma cesariana, o laudo médico confirmou o estado gravíssimo de Maria Laura, e dizia que a unidade de saúde não tinha o bloqueador neuromuscular, indispensável numa UTI. A família precisou comprar. 

 

TV METRO

Comentários

Wilson Gomes

Em 07 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Hospitais públicos e particulares do RJ sofrem com escassez de medicamentos para intubação - Metro 1