Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quinta-feira, 15 de fevereiro de 2024

Brasil

Brasil apresenta proposta de globalização sustentável e inclusiva na COP28

Para Haddad, o plano deve superar a “pesada herança colonial de exclusão social, destruição ambiental e subordinação internacional” do Brasil

Brasil apresenta proposta de globalização sustentável e inclusiva na COP28

Foto: Frame/COP28/United Nations Climate Change

Por: Metro1 no dia 01 de dezembro de 2023 às 15:36

Atualizado: no dia 01 de dezembro de 2023 às 16:51

O governo brasileiro apresentou o Plano de Transformação Ecológica do Brasil como uma proposta do Sul Global, durante evento na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2023 (COP28), em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. O Sul Global é o termo usado para se referir aos países em desenvolvimento ou emergentes localizados no Hemisfério Sul.

De acordo com Fernando Haddad, ministro da Fazenda, o plano, além de ser uma plataforma para investimentos sustentáveis no Brasil, é uma proposta do Sul Global por uma nova globalização ambientalmente sustentável e socialmente inclusiva.

Para Haddad, o plano deve superar a “pesada herança colonial de exclusão social, destruição ambiental e subordinação internacional” do Brasil. Ele lembrou o desmatamento do período colonial, ocorrido junto com a exploração dos indígenas e africanos escravizados no país. O ministro defende que o Plano de Transformação Ecológica pretende interromper cinco séculos de extrativismo e destruição do meio ambiente.

Presente da cerimônia, a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, destacou que é preciso juntar economia com ecologia para enfrentar as mudanças climáticas. Também participaram do anúncio do Plano de Transformação Ecológica do Brasil na COP28 a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), que hoje preside o banco do Brics, o Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), e o brasileiro Ilan Goldfajn, que preside o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).