Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

Brasil

IBGE: Mais de 2,5 mi de mulheres deixaram de trabalha em 2022 para cuidar das tarefas domésticas

Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta quarta-feira (6)

IBGE: Mais de 2,5 mi de mulheres deixaram de trabalha em 2022 para cuidar das tarefas domésticas

Foto: iStock

Por: Metro1 no dia 06 de dezembro de 2023 às 11:21

Atualizado: no dia 06 de dezembro de 2023 às 15:30

Quase 7 milhões de mulheres entre 15 e 29 anos não estudavam e nem estavam ocupadas em 2022. Os dados são da Síntese de Indicadores Sociais 2023, estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgado nesta quarta-feira (6).

Essas mulheres representam 63,4% dos mais de 10,8 milhões de brasileiros da mesma faixa etária que estavam nesta situação no ano passado. O principal motivo que as tirou do mercado de trabalho foi o cuidado.

Mais de 2 milhões disseram que não buscaram trabalho porque precisavam cuidar dos afazeres domésticos ou tomar conta de parentes. Outras 553 mil mulheres que procuravam emprego também mencionaram esses fatores como impeditivos. Sendo assim, mais de 2,5 milhões de mulheres não trabalharam em 2022 para cuidar de parentes ou de tarefas domésticas.

O contingente de homens que saiu do mercado pelo mesmo motivo e não procurou emprego foi de 80 mil - número que não representa nem 4% do total de mulheres na mesma situação. O principal motivo alegado por eles foram os problemas de saúde, com 420 mil.

Além disso, a média de rendimentos de homens é 14,9% maior que de mulheres. No ensino superior, a relação sobe para 43,2%. O nível de ocupação dos homens alcançou 63,3% e o das mulheres, 46,3%.