Brasil

CUT derruba liminar que proibia ato para comemorar Dia do Trabalho

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) conseguiu neste domingo (30) derrubar parcialmente a liminar expedida na última sexta-feira (29) pelo juiz Emanuel Brandão Filho, do Tribunal de Justiça de São Paulo, que proibia a entidade de promover ato em comemoração ao Dia do Trabalho, na próxima segunda-feira (1º), na Avenida Paulista, em São Paulo. [Leia mais...]

[CUT derruba liminar que proibia ato para comemorar Dia do Trabalho]
Foto : Roberto Parizotti / CUT

Por Matheus Simoni no dia 30 de Abril de 2017 ⋅ 16:35

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) conseguiu neste domingo (30) derrubar parcialmente a liminar expedida na última sexta-feira (29) pelo juiz Emanuel Brandão Filho, do Tribunal de Justiça de São Paulo, que proibia a entidade de promover ato em comemoração ao Dia do Trabalho, na próxima segunda-feira (1º), na Avenida Paulista, em São Paulo.

Após audiência com as partes – CUT e a prefeitura de São Paulo – o juiz Alexandre David Malfatti decidiu que a central pode promover o ato político na Avenida Paulista, sem a realização de shows. De acordo com o advogado da CUT, Vinicius Cascone, \'a decisão teve com base a isonomia\', já que outras entidades organizaram atos políticos no local. O protesto está marcado para ocorrer a partir das 14h na Avenida Paulista e, na sequência, os manifestantes seguirão em caminhada até a Praça da República, onde ocorrerão apresentações de artistas.

Notícias relacionadas