Brasil

Ministros do STF ʹvão acabar nos Trapalhõesʹ, critica Gilmar Mendes

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes afirmou nesta segunda-feira (3) que os ministros da Corte correm o risco de “acabar nos [programa dos] Trapalhões” por praticarem o “direito constitucional da malandragem”. [Leia mais...]

[Ministros do STF ʹvão acabar nos Trapalhõesʹ, critica Gilmar Mendes]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Laura Lorenzo no dia 03 de Outubro de 2017 ⋅ 16:52

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes afirmou nesta segunda-feira (3) que os ministros da Corte correm o risco de “acabar nos [programa dos] Trapalhões” por praticarem o “direito constitucional da malandragem”.

A declaração foi feita pelo magistrado enquanto ele comentava as mais recentes decisões do STF, como o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) do exercício de seu mandato, determinação que terá a validade revisada ainda nesta terça-feira pelo plenário do Senado.

“Nós temos já vários senadores e deputados com denúncia recebida. Nesse caso, também nós deveríamos afastá-los? E aí nós podemos afetar a Câmara? A Câmara fica com composição não de 513, mas de 512, 510?”, questionou Gilmar. “Quer dizer, o direito achado na rua, o neoconstitucionalismo, o direito constitucional da malandragem, permitem esse tipo de coisa?”, completou o ministro.

Notícias relacionadas