Brasil

Hospital indeniza médica acusada de vazar exames de Marisa em R$ 577 mil

Acusada de vazar exames da ex-primeira dama Marisa Letícia, a médica Gabriela Munhoz foi indenizada em R$ 577 mil pelo Hospital Sírio-Libanês após determinação da Justiça do Trabalho. [Leia mais...]

[Hospital indeniza médica acusada de vazar exames de Marisa em R$ 577 mil]
Foto : Heinrich Aikawa/ Instituto Lula

Por Luiza Leão no dia 12 de Abril de 2018 ⋅ 14:20

Acusada de vazar exames da ex-primeira dama Marisa Letícia, a médica Gabriela Munhoz foi indenizada em R$ 577 mil pelo Hospital Sírio-Libanês após determinação da Justiça do Trabalho.

A juíza Isabel Cristina Gomes, da 16ª Vara do Trabalho de São Paulo, reverteu a justa causa aplicada e a quantia em dinheiro foi referente a danos morais à profissional.

Por meio da assessoria de imprensa, a unidade de saúde afirmou que "se manifestará na Justiça do trabalho, onde o processo está em tramitação".

A médica teria divulgado detalhes sobre o diagnóstico de dona Marisa em um grupo de colegas no WhatsApp, em fevereiro do ano passado. Para a magistrada, as informações passadas por Gabriela não eram do hospital e não dependiam de acesso ao prontuário.

Na sentença, a juíza considerou também o horário em que o plantão da profissional acabou. Ele antecedia a admissão de Marisa. Além disso, quando as mensagens foram publicadas, a internação da ex-primeira dama já era pública.

Notícias relacionadas