Brasil

Eleitores são presos após agredirem mesários em Palmas e Porto Alegre

Eles teriam se recusado a apresentar os documentos aos trabalhadores

[Eleitores são presos após agredirem mesários em Palmas e Porto Alegre]
Foto : Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 28 de Outubro de 2018 ⋅ 18:30

Dois eleitores foram presos nas cidades de Palmas (TO) e Porto Alegre (RS) por agredirem mesários nas seções eleitorais na manhã de hoje (28).

No Tocantins, o caso aconteceu na Escola Municipal Estêvão de Castro. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral, ele compareceu para votar e mostrou o documento apenas para a secretária, mas não quis mostrar para o mesário. O Exército foi acionado e eles foram levados para o pátio do colégio onde acontecia a votação.

De acordo com o G1, os dois teriam discutido e o homem rasgou a roupa do mesário. Horas depois, o homem voltou ao colégio e conseguiu votar após apresentar a documentação correta.

Já no Rio Grande do Sul, a ocorrência foi registrada no Colégio Concórdia. Segundo a Brigada Militar, a eleitora se negou a apresentar o documento de identificação e foi impedida pela mesária de votar. A mulher não aceitou a negativa e agrediu a mesária.

Nos dois casos, os eleitores e os mesários foram encaminhados para assinar Termos Circunstanciados de Ocorrência.

Notícias relacionadas