Brasil

Abandono dos pais, bullying e obsessão por games marcaram vida de atirador

Segundo Tatiana Taucci, mãe de Guilherme Taucci Monteiro, a família não desconfiava que o jovem tivesse qualquer comportamento violento

[Abandono dos pais, bullying e obsessão por games marcaram vida de atirador]
Foto : Reprodução / Facebook

Por Juliana Rodrigues no dia 14 de Março de 2019 ⋅ 06:47

A mãe de um dos atiradores que invadiram a escola estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, afirmou ontem (13) que o filho abandonou os estudos a um ano de concluir o ensino médio, por sofrer bullying.

Tatiana Taucci, mãe de Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, disse à Folha de S. Paulo que a família não desconfiava que o jovem tivesse qualquer comportamento violento. No entanto, ele dedicava muito tempo à internet e aos jogos de computador.

A mãe do jovem enfrenta problemas de dependência química, o que o levou a ser criado pelos avós. Com a morte da avó, quatro meses atrás, Guilherme passou a dar sinais de tristeza permanente.

Notícias relacionadas