Brasil

Inep demite dois servidores por quebra de protocolo de segurança no Encceja

Segundo o presidente do órgão, ainda não é possível avaliar se a medida vai resultar no adiamento do exame

[Inep demite dois servidores por quebra de protocolo de segurança no Encceja]
Foto : Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 22 de Maio de 2019 ⋅ 09:00

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, informou ontem (21) que dois servidores foram afastados por quebra no protocolo de segurança nos procedimentos de confecção da prova do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2019. A prova serve para conceder o diploma de conclusão do ensino fundamental ou médio a jovens e adultos que não conseguiram obtê-lo na idade adequada. As informações são da Agência Brasil.

Segundo o presidente do Inep, a quebra de segurança ocorreu durante a etapa de entrega da prova para a gráfica que vai confeccionar o exame. O protocolo estabelece que um servidor transporta uma mídia física, como um pendrive ou DVD, com as questões do exame e outro servidor leva a senha memorizada para a abertura da mídia.

Os dois viajam em voos separados. No entanto, a servidora que deveria memorizar a senha, esqueceu e pediu para o seu superior entrar na sala de segurança do Inep para enviar. O novo envio da senha ocorreu de forma eletrônica, o que é proibido pelos protocolos do Inep.

O presidente do Inep disse que ainda não é possível avaliar se a medida vai resultar no adiamento do exame, previsto para ocorrer no dia 25 de agosto em 611 municípios. No entanto, o calendário de inscrições não foi alterado. É possível se cadastrar para fazer o exame até o dia 31 de maio.

Notícias relacionadas