Brasil

Salles só formalizou plano de contingência 41 dias após manchas de óleos aparecerem no Nordeste

O ministro, entretanto, afirma que plano foi acionado desde o início de setembro

[Salles só formalizou plano de contingência 41 dias após manchas de óleos aparecerem no Nordeste ]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Kamille Martinho no dia 22 de Outubro de 2019 ⋅ 18:00

O plano Nacional de Contingência do governo federal, documento criado em 2013 para lidar com situações de emergência, só foi oficialmente formalizado no dia 11 de outubro, 41 dias depois da primeira aparição do óleo no litoral. 

O responsável, por lei, por acionar o plano é o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Em contato com o Estadão, Salles informou que o plano foi acionado desde o início de setembro e que todas as medidas previstas foram colocadas em andamento. 

O Ministério do Meio Ambiente nega que tenha havido lentidão nas respostas à tragédia e que todos os órgão estariam em ação desde o início, independentemente de o plano ter sido ou não acionado de imediato.

Notícias relacionadas