Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Porteiro do condomínio de Bolsonaro é ouvido pela PF

Polícia apura se houve obstrução de Justiça, falso testemunho e denunciação caluniosa contra o presidente

[Porteiro do condomínio de Bolsonaro é ouvido pela PF ]
Foto : Reprodução/TV Globo

Por Juliana Almirante no dia 20 de Novembro de 2019 ⋅ 10:40

O porteiro que relatou ter liberado, com a suposta permissão do presidente Jair Bolsonaro, a entrada de Élcio Queiroz no condomínio Vivendas da Barra, foi ouvido ontem (19) pela Polícia Federal (PF) no Rio de Janeiro. 

Élcio Queiroz é acusado de matar Marielle Franco e Anderson Gomes, em 14 de março do ano passado.  

De acordo com o blog de Ancelmo Gois, do O Globo, a PF apura se houve obstrução de Justiça, falso testemunho e denunciação caluniosa contra o presidente. O Ministério Público afirma que ele teria mentido. 

Na semana passada, a Polícia Civil do RJ foi quem ouviu o porteiro.

Reportagem da Revista Veja identificou ele como Alberto Jorge Ferreira Mateus. Conforme a matéria, o funcionário do condomínio mora na Gardênia Azul, bairro em área dominada por milícias na Zona Oeste do Rio.

Notícias relacionadas