Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Petroleiros vão manter mobilização mesmo após proibição pelo TST

"A ação será mantida por não ferir a decisão TST, que acatou pedido de liminar da Petrobras impedindo a greve por ela por em risco o abastecimento nacional de combustíveis", diz trecho da nota

[Petroleiros vão manter mobilização mesmo após proibição pelo TST]
Foto : Tania Regô/Agência Brasil

Por Kamille Martinho no dia 23 de Novembro de 2019 ⋅ 16:59

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) informou que vai manter as mobilizações solidárias nacionais programadas para ocorrer entre os dias 25 e 29 de novembro mesmo após liminar do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que impediu os petroleiros de aderirem ao movimento. A nota foi divulgada hoje (23).

De acordo com a FUP, as mobilizações serão realizadas parcialmente, sem prejuízo do abastecimento dos combustíveis com o objetivo de "alertar a sociedade sobre os riscos da política de demissões em massa e da venda de ativos da Petrobras para o bolso do consumidor, para o meio ambiente e para os trabalhadores do setor (incluindo os terceirizados)."

"A ação será mantida por não ferir a decisão TST, que acatou pedido de liminar da Petrobras impedindo a greve por ela por em risco o abastecimento nacional de combustíveis", diz trecho da nota.

Notícias relacionadas