Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasil

Número de agrotóxicos registrados em 2019 é o maior desde 2005

De acordo com o governo, 94,5% dos 474 produtos aprovados são genéricos

[Número de agrotóxicos registrados em 2019 é o maior desde 2005]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 28 de Dezembro de 2019 ⋅ 14:30

O Ministério da Agricultura aprovou o registro de 474 agrotóxicos em 2019. Segundo levantamento do G1, o número é o maior documentado pela pasta desde 2005 e está 5,5% acima do registrado em 2018, quando 449 pesticidas foram liberados - um recorde, até então. Os registros apresentam tendência de alta desde 2016.

Do total liberado em 2019, 26 dos pesticidas são inéditos (5,4%) e 448 são genéricos (94,5%), ou seja, são "cópias" de princípios ativos inéditos, que podem ser feitas quando caem as patentes, ou produtos finais baseados em ingredientes já existentes no mercado.

A última leva de agrotóxicos liberados no ano foi publicada ontem (27), no Diário Oficial da União. Foram 36 produtos, todos genéricos. 

O governo alega que a alta no ritmo de liberações se deve a medidas de desburocratização que foram adotadas desde 2015 para acelerar o andamento da fila de registros.

Notícias relacionadas