Brasil

Após cargo ficar vago durante cinco meses, Iphan tem nova presidente

Desde a exoneração de Kátia Bogéa pelo então secretário de Cultura, Roberto Alvim, o Iphan ficou com a presidência vaga

[Após cargo ficar vago durante cinco meses, Iphan tem nova presidente]
Foto : Reprodução/iphan

Por Luciana Freire no dia 11 de Maio de 2020 ⋅ 16:20

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (Iphan) tem nova presidente, após cinco meses sem titular, Larissa Peixoto, teve sua nomeação publicada no Diário Oficial da União hoje (11). Desde a exoneração de Kátia Bogéa pelo então secretário de Cultura, Roberto Alvim, o Iphan ficou com a presidência vaga.

Larissa é servidora do Ministério do Turismo, ao qual o Instituto está subordinado, através da Secretaria Especial de Cultura, ela ocupava a direção do departamento de desenvolvimento produtivo da Secretaria Nacional de Integração Interinstitucional. A portaria foi assinada por Walter Braga Netto, ministro da Casa Civil.

De acordo com informações da pasta, ela atuou na formatação do Programa Revive no Brasil, uma parceria com o Ministério da Economia de Portugal para a recuperação de patrimônios históricos e culturais e seu aproveitamento para fins turísticos, assinada no mês de março.

Notícias relacionadas