Sexta-feira, 20 de maio de 2022

Cidade

Salvador não irá vacinar jornalistas até comissão explicar critérios ao MPF

MPF pede que Comissão Intergestores Bipartite explique a razão de incluir profissionais de imprensa como prioridade

Salvador não irá vacinar jornalistas até comissão explicar critérios ao MPF

Foto: Reprodução

Por: André Uzêda no dia 20 de maio de 2021 às 16:31

Os profissionais de imprensa não vão ser vacinados em Salvador até que seja esclarecido ao Ministério Público Federal (MPF) a razão da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) ter incluído a categoria como prioridade no plano de imunização.

Em contato com o Metro1, o secretário municipal de Saúde, Léo Prates, disse que a vacinação dos profissionais, acima dos 40 anos, começaria nesta quinta-feira (20). Mas, depois que recebeu a notificação do MPF, achou mais prudente esperar.

"Em Manaus, o MPF judicializou e a vacinação foi completamente suspensa na cidade. Diante desse temor, optamos por não começar a vacinação de jornalistas por aqui", disse.

O MPF, em parceria com o Ministério Público Estadual, pede que a CIB apresente critérios técnicos-científicos para a inclusão dos jornalistas e se "abstenha" de colocar novos grupos fora do PNO, plano nacional de imunização do Ministério da Saúde. A recomendação aconteceu um dia depois da CIB aprovar a vacinação da categoria.

"A ação de vacinar os jornalistas é justa, mas não podemos fazer nada fora da lei. Se o MPF fez esse pedido, o mais prudente é esperar que tudo seja esclarecido para que a vacinação não seja prejudicada para nenhum público", completa o secretário.

Salvador não irá vacinar jornalistas até comissão explicar critérios ao MPF - Metro 1