Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Cidade

'Cachorródromo' em praça vira ponto de polêmica entre moradores do Rio Vermelho

Parcela acredita que intervenção não é prioridade e outra que espaço para pets soluciona problema urgente

'Cachorródromo' em praça vira ponto de polêmica entre moradores do Rio Vermelho

Foto: Leitor Metro1

Por: Metro1 no dia 20 de setembro de 2021 às 13:59

Apesar da indignação de alguns moradores diante da implantação de um “cachorródromo” na Praça do Morro das Vivendas, no Rio Vermelho, antes de uma revitalização geral do espaço, outra parcela de moradores vê como positiva e necessária a construção no momento.

Os apoiadores da intervenção justificam que a área cercada para os pets soluciona um problema urgente de falta de segurança na região. “Todo mundo que tem cachorro aqui, muita gente, é a favor. Não  tem calçada adequada para andar com o cachorro, tem muitos assaltos na rua, muitos cachorros estavam sendo atropelados. Acabou tudo isso”, diz o morador da região, Thays Sampaio, 44 anos, conhecido como Neto.

“O cachorródromo está atraindo senhorinhas com cachorro, gente que eu nunca vi, que eu nem sabia que tinha cachorro. Todo mundo pode chegar, pode ir. Eu concordo que não é prioridade, no estado que a praça está, mas é uma coisa que está beneficiando muita gente”, completa. 

Há anos, existe uma demanda pela revitalização do espaço, que encontra-se degradado. A revolta dos outros moradores, diante da intervenção, está relacionada ao que eles consideram como prioridade para o local. “É uma total inversão de prioridades construir um equipamento desse enquanto há uma praça toda acabada”, opinou Estela Aquino, 68.

Apesar de concordar com a necessidade da revitalização, Sampaio questiona a indignação do grupo de moradores em relação ao espaço para cachorros. “Qualquer coisa que se tenta colocar aqui, tem uma meia dúzia de pessoas do contra. Ficam falando essas coisas, denunciando o cachorródromo, mas não fazem nada. A gente vem lutando por ele há seis, sete anos”, declara.

Neto diz que, diferente de quem está reclamando, há um ano, organizou a praça com a ajuda de outra moradora da região, por conta própria. “Arrecadamos dinheiro e colocamos as pedras no lugar, tapamos um buraco que tinha lá, pintamos os bancos… ficou tudo bonito”, diz.

O cachorródromo está sendo construído pela empresa Eco Park, por encomenda da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal). Em nota, a Desal confirmou que a implantação do equipamento foi uma demanda recebida de parte da população e que estão sendo realizadas ações para a coleta de recursos para colocar em prática o projeto de reparo da praça. "Sobre a recuperação da praça, estamos buscando recursos para implantar um projeto amplo, mudando o leiaute do equipamento, através de uma requalificação geral", comunicou.

'Cachorródromo' em praça vira ponto de polêmica entre moradores do Rio Vermelho - Metro 1