Cidade

Área invadida no São Rafael pode ser “parte pública e parte privada”, diz Sucom

Cinco dias já se passaram desde que os primeiros integrantes do Movimento Sem Tero tomaram conta de um terreno ao lado do Condomínio Bosque Imperial, próximo a Avenida São Rafael, e nada ainda foi feito para solucionar o problema. [Leia mais...]

[Área invadida no São Rafael pode ser “parte pública e parte privada”, diz Sucom]
Foto : Leitor/Metro1

Por Bárbara Silveira no dia 05 de Fevereiro de 2016 ⋅ 09:16

Cinco dias já se passaram desde que os primeiros integrantes do Movimento Sem Tero tomaram conta de um terreno ao lado do Condomínio Bosque Imperial, próximo a Avenida São Rafael, e nada ainda foi feito para solucionar o problema. Na manhã desta sexta-feira (5), os moradores do condomínio voltaram a protestar pedindo a intervenção dos órgãos competentes.

Procurado mais uma vez pelo Metro1, o superintendente de Urbanismo de Salvador, Silvio Pinheiro, explicou que os fiscais chegaram a ir ao local na última quinta-feira (4). “Já estamos fazendo o levantamento da área para ver se é pública ou privada e ontem eu assinei um ofício para a secretaria de Segurança Pública pedindo o apoio policial para eventual ação fiscal se a área for pública”, disse.

Questionado sobre o prazo para a definição, Pinheiro disse que ainda não é possível estipular. “A primeira impressão que temos é que parte da área é pública e parte é privada. Mas, de todo modo, qualquer ação vai demandar apoio da polícia porque já tem um número expressivo de pessoas. É uma operação que não é simples”, disse.

Notícias relacionadas