Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sexta-feira, 24 de maio de 2024

Home

/

Notícias

/

Cidade

/

Deputado pula muro e invade dependências de hospital em Barreiras; Sesab repudia conduta do parlamentar

Cidade

Deputado pula muro e invade dependências de hospital em Barreiras; Sesab repudia conduta do parlamentar

De acordo com ele, o hospital não estaria funcionando e por isso foi impedido de entrar no local para a fiscalização; “Inauguração fantasiosa”

Deputado pula muro e invade dependências de hospital em Barreiras; Sesab repudia conduta do parlamentar

Foto: Divulgaçã/AscomALBA

Por: Metro1 no dia 22 de abril de 2024 às 14:48

Atualizado: no dia 22 de abril de 2024 às 16:17

O deputado estadual Leandro de Jesus (PL) é acusado de invadir as instalações do Hospital do Oeste, em Barreiras, após pular o muro do local alegando que estaria cumprindo seu papel de fiscalização. A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) confirmou a informação e lamentou o comportamento do parlamentar.

“Embora seja relevante que os parlamentares realizem sua função de legislar e fiscalizar, é essencial que isso ocorra dentro das normas e regulamentações estabelecidas para garantir a segurança e o bom funcionamento das instituições públicas. Hospitais têm políticas claras de acesso para proteger pacientes, funcionários e visitantes”, informa em nota a Sesab. Mensalmente o Hospital do Oeste realiza cerca de 30 mil atendimentos, entre consultas, internações, cirurgias e serviço de apoio diagnóstico terapêutico.

De acordo com a pasta, o parlamentar chegou a ser orientado pela direção da unidade sobre as diretrizes sanitárias e regras de acesso a instituições de saúde. Ainda assim, ele teria pulado o muro que dar acesso ao serviço de radioterapia que será implementado no hospital. A equipe de segurança do local conseguiu impedir a entrada do deputado. 

" Essas regras existem para manter um ambiente seguro e propício ao cuidado dos pacientes. A conduta do deputado Leandro de Jesus, ao tentar invadir o hospital sem seguir os procedimentos adequados, é inaceitável e coloca em risco a segurança e o bem-estar de todos no hospital. Reforçamos nosso compromisso com a segurança para garantir que episódios como esse não se repitam", finalizou a nota da Sesab.

Também em nota, Leandro de Jesus alegou que a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON) de Barreiras, anexo ao Hospital do Oeste, estaria sem funcionamento e ele teria sido impedido de entrar no local para realizar a fiscalização, por isso, teve que pular o muro.