Cidade

Carnaval contará com policiais infiltrados para reforçar segurança

Cerca de300 policiais civis dos departamentos de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) vão trabalhar infiltrados durante o Carnaval de Salvador 2017. Delegados e investigadores circularão entre os foliões, monitorando a festa 24 horas durante os seis dias de folia. [Leia mais...]

[Carnaval contará com policiais infiltrados para reforçar segurança]
Foto : Jorge Cordeiro / SSP

Por Laura Lorenzo no dia 21 de Fevereiro de 2017 ⋅ 17:50

Cerca de 300 policiais civis dos departamentos de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) vão trabalhar infiltrados durante o Carnaval de Salvador 2017. Delegados e investigadores circularão entre os foliões, monitorando a festa 24 horas durante os seis dias de folia.

De acordo com o diretor do Draco, delegado Marcelo Sansão, a ação dos policiais infiltrados deverá coibir o tráfico de drogas e os crimes contra o patrimônio (furtos e roubos). “Essas equipes veladas vão observar a movimentação nos espaços onde o folião vai brincar o carnaval e, ao visualizar uma ação delituosa, acionam equipes padronizadas para realizarem abordagens e prisões em flagrante”, explicou Sansão.

Disque Denúncia

O Disque-Denúncia (3235-0000) da Secretaria da Segurança Pública (SSP) também estará funcionando e vai ser uma das ferramentas utilizadas pela polícia para auxiliar no trabalho das equipes.

Notícias relacionadas

[Ufba fica sem luz após roubo de cabos]
Cidade

Ufba fica sem luz após roubo de cabos

Por Kamille Martinho no dia 18 de Outubro de 2019 ⋅ 14:20 em Cidade

Assessoria da universidade afirma que novo material já está sendo providenciado