Cidade

Morte de Eduardo Kertész, incentivador da criação da Metrópole, faz 17 anos

No dia 4 de abril de 2000, faleceu, aos 59 anos, Eduardo de Mello Kertész, vítima de um câncer. Economista, engenheiro e um dos sanitaristas mais respeitados do Brasil, Eduardo foi também um dos maiores inspiradores da fundação da Rádio Metrópole. [Leia mais...]

[Morte de Eduardo Kertész, incentivador da criação da Metrópole, faz 17 anos]
Foto : Arquivo pessoal

Por Felipe Paranhos no dia 04 de Abril de 2017 ⋅ 12:58

No dia 4 de abril de 2000, faleceu, aos 59 anos, Eduardo de Mello Kertész, vítima de um câncer. Economista, engenheiro e um dos sanitaristas mais respeitados do Brasil, Eduardo foi também um dos maiores inspiradores da fundação da Rádio Metrópole.

\'Na transição da Rádio Cidade para a Rádio Metrópole, eu contei com a inspiração, a força, o carinho e o amor do meu irmão, Eduardo Kertész, uma das figuras mais inteligentes que já conheci\', conta Mário Kertész.

Na vida pública, Eduardo exerceu importante papel na Secretaria de Planejamento da Presidência da República e na coordenação do grupo de saúde do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea), trazendo à tona, pela primeira vez, a noção de que a saúde é um subproduto do desenvolvimento e que ações isoladas de atenção à saúde não seriam suficientes para transformar a situação sanitária do país. \'As ações médico-sanitárias são apenas um dos determinantes do nível de saúde de uma população. E pode-se afirmar que, para as populações de baixo nível de renda, nunca é o mais importante\', escreveu, nas \'Proposições de remanejamento do setor saúde\' do Ipea, em 1974.

Eduardo também participou da elaboração do projeto da Rede Sarah de Hospitais e presidiu o Instituto Nacional de Alimentação e Nutrição (INAN), onde surgiu a semente que, décadas depois, serviria de base para projetos como o Bolsa Família e o Fome Zero.

Mário lembra do irmão com carinho. \'Inesquecível. Foi uma das pessoas mais importantes da minha vida em todos os tempos, por quem eu nutro diariamente uma saudade, mas não uma saudade mórbida. É uma saudade lembrando de quão bom foi conviver com meu irmão\', disse.

Eduardo nasceu em 15 de fevereiro de 1941, filho de Jorge e Violeta Kertész e irmão de Carlos e Mário Kertész. Ele deixou os filhos Joana e Mário.

Notícias relacionadas