Cidade

Jornalista relembra trajetória e diz: \'Sempre trabalhei com grandes equipes\'

Em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quinta-feira (6), o historiador e jornalista Domingos Meirelles, falou como começou na profissão e relembrou os caminhos que o levaram até a televisão. [Leia mais...]

[ Jornalista relembra trajetória e diz: \'Sempre trabalhei com grandes equipes\']
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Matheus Morais no dia 06 de Abril de 2017 ⋅ 09:18

Em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quinta-feira (6), o historiador e jornalista Domingos Meirelles, falou como começou na profissão e relembrou os caminhos que o levaram até a televisão. \'Eu comecei como vendedor de máquinas de escrever, máquinas Olivetti, era uma projeto moderno e um dos meus clientes era o Jornal Última Hora. Eu entrei no Última Hora com o golpe. Fiquei muito impactado e tentei entender o que estava acontecendo no país, fui no jornal pedir um estágio. Entrei, cheguei, eu liguei para uma lista de militares, liguei para o Olimpio Mourão Filho, o general. Ele rompeu com o governo naquela entrevista. O Olimpio me deu uma entrevista indignado. Quando eu entreguei o texto, o chefe de redação disse que eu tinha falado com a pessoa errada\', ressaltou.

\'O chefe de reportagem liga, ele confirma a entrevista e se cria um pânico na redação. O diretor de redação me liga e diz, se tudo der certo, você está efetivado a partir de amanhã. No aquário da redação, eu vi que estavam me observando e, quando eles sairam, disseram que eu estava efetivado com 10% de aumento. Eu sempre trabalhei com grandes equipes. Eu era um noviço, passo pela revista Quatro Rodas, ganho um prêmio Shell. Depois fui para a revista Realidade. A redação da revista Realidade era egressa da revista Quatro Rodas, a redação era uma redação de doutores. Da revista Realidade vou para o Jornal da Tarde. Os meus convites sempre chegam na hora certa, eu não perco uma bala, sempre acerto o alvo, sempre trabalhei com grandes equipes. Eu fui para o Estadão, depois entro para a televisão com 45 anos de idade.\', completou.

Notícias relacionadas

[Ufba fica sem luz após roubo de cabos]
Cidade

Ufba fica sem luz após roubo de cabos

Por Kamille Martinho no dia 18 de Outubro de 2019 ⋅ 14:20 em Cidade

Assessoria da universidade afirma que novo material já está sendo providenciado