Cidade

Nova concessionária do Aeroporto de Salvador promete segunda pista e seis fingers

Na manhã desta quarta-feira (3), executivos se reuniram com o secretário de Turismo José Alves e representantes das secretarias estaduais de Infraestrutura e Desenvolvimento Econômico com o objetivo de planejar intervenções no terminal. [Leia mais...]

[Nova concessionária do Aeroporto de Salvador promete segunda pista e seis fingers]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento no dia 03 de Maio de 2017 ⋅ 10:48

A partir de julho, o Aeroporto de Salvador começa a ser gerido pela Vinci Airports — empresa francesa que arrematou o equipamento em março durante leilão na Bolsa de Valores de São Paulo. Na manhã desta quarta-feira (3), executivos se reuniram com o secretário de Turismo José Alves e representantes das secretarias estaduais de Infraestrutura e Desenvolvimento Econômico com o objetivo de planejar intervenções no terminal.

A ideia inicial é modernizar o equipamento e atrair novos voos nacionais e internacionais (América Latina, Europa e América do Norte). “A Vinci e o Governo da Bahia farão esforços para incrementar o movimento no aeroporto. A concessionária chega à Bahia com o know-how de quem atua em 35 grandes aeroportos, em seis países, com um movimento de 132 milhões de passageiros/ano. Há a possibilidade de atrair voos da Ásia também, já que a Vinci opera aeroportos no Japão”, disse Alves.

Além disso, há previsão para melhoria física do aeroporto com a instalação de seis novas pontes de embarque e a criação de uma segunda pista de pouso, para ampliar a capacidade de recebimento de voos e investimentos no atendimento aos passageiros.

Notícias relacionadas