Cidade

Multas têm queda de 11% no primeiro bimestre do ano

De acordo com um levantamento realizado pela Transalvador, as notificações de infrações de trânsito no 1º bimestre deste ano apresentaram queda de 11%, em comparação ao mesmo período do ano passado. [Leia mais...]

[Multas têm queda de 11% no primeiro bimestre do ano]
Foto : Bruno Concha/ Secom

Por Tayane Rodrigues no dia 27 de Março de 2018 ⋅ 17:00

As notificações de infrações de trânsito no 1º bimestre deste ano apresentaram queda de 11%, em comparação ao mesmo período do ano passado, de acordo com um levantamento realizado pela Transalvador. Em janeiro e fevereiro de 2017, foram 163.033 veículos multados contra 145.158 nos dois primeiros meses de 2018.

No ano passado, a Transalvador emitiu quase 100 mil multas a menos do que em 2016. Para o superintendente Fabrizzio Müller, os números confirmam uma tendência já percebida. "É importante destacar que a queda vem se acentuando justamente sob fiscalização mais efetiva, o que mostra que estamos atingindo o nosso objetivo de redução de infrações e, consequentemente, dos riscos de acidentes", afirmou.

Cinco das infrações mais registradas pela Transalvador no primeiro bimestre de 2017 e de 2018 tiveram redução. Transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20%, a campeã de registros, apresentou queda de cerca de 5%, de 85.476 notificações para 81.545.

A segunda irregularidade mais anotada, transitar em faixa exclusiva para ônibus, teve redução de 47%, de 14.517 no primeiro bimestre de 2017 para 7.635 registros este ano. O avanço de sinal vermelho, uma das que geram mais risco de acidentes, também obteve diminuição, e caiu de 10.569 para 7.051 registros.

Notícias relacionadas

[Vistoria do transporte escolar de Salvador começa hoje]
Cidade

Vistoria do transporte escolar de Salvador começa hoje

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Setembro de 2019 ⋅ 08:40 em Cidade

Segundo a Semob, o permissionário que não passar pela fiscalização até o dia 27 de setembro vai pagar multa de R$42,30 e ficará impedido de exercer a atividade