Cidade

Aeroporto de Salvador libera nova área de embarque nesta quarta-feira

De acordo com comunicado da Salvador Bahia Airport, a nova estrutura é mais ampla e funcional

[Aeroporto de Salvador libera nova área de embarque nesta quarta-feira]
Foto : Divulgação

Por Juliana Almirante no dia 15 de Abril de 2019 ⋅ 12:00

A partir de quarta-feira (17), o embarque doméstico do Aeroporto Internacional de Salvador, que atualmente opera no primeiro pavimento, passará a ser feito no segundo pavimento (acima da Praça de Alimentação).

De acordo com comunicado da Salvador Bahia Airport, a nova estrutura é mais ampla e funcional.

Após passar pela revista pré-embarque, onde ficam os detectores de metais e raio-x de bagagem de mão, os passageiros descerão pela área restrita para acessar os portões de embarque, passando pela futura área comercial do aeroporto.

A nova área terá dois mil metros quadrados de opções de varejo e alimentação, a serem inauguradas ao longo do ano. As escadas rolantes e elevadores estão localizados em uma loja Duty Paid, com 780m², que está em fase final de reforma e abrigará marcas internacionais e nacionais, além de produtos regionais. O modelo será do tipo “walk through”, assim como em outros grandes terminais pelo mundo.

Até junho, a nova área de pré-embarque contará com nove canais de inspeção, três a mais que o número atual, além de portão automatizado de leitura de cartão de embarque. 

Além disso, até o final do mês de outubro, o fluxo de embarque unificará voos domésticos e internacionais. Os passageiros vão passar pelos mesmos canais de inspeção e seguirão até os seus respectivos portões de embarque, que podem ser no píer de aeronaves já existente ou no novo píer, em fase final de construção.

Para melhor atender o fluxo de passageiros até o novo embarque, foram realizados ajustes. A circulação entre os andares mudou na área pública do terminal. Dois elevadores fazem agora exclusivamente o deslocamento entre o primeiro e o segundo pavimento, a fim de acelerar a velocidade das viagens. 

Os ascensores têm capacidade para até 26 pessoas, recursos para a economia de energia e a sustentabilidade, além de iluminação LED com sensores automáticos de funcionamento. Até o fim da primeira etapa das obras, serão 11 elevadores e nove escadas rolantes.

Notícias relacionadas