Cidade

Neto pede esforço de Kassab para BRT: "Agora a bola está com o governo federal"

Quem pega ônibus na Estação da Lapa com destino ao Iguatemi e pretendia fazer um trajeto mais rápido vai precisar esperar uma resposta do governo federal. Pelo menos, foi o que o prefeito de Salvador, ACM Neto, disse em entrevista ao Metro1, quando questionado sobre as obras do BRT, que ainda não foram iniciadas. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Camila Tíssia e Matheus Morais no dia 13 de Novembro de 2015 ⋅ 11:17

Quem pega ônibus na Estação da Lapa com destino ao Iguatemi e pretendia fazer um trajeto mais rápido vai precisar esperar uma resposta do governo federal. Pelo menos, foi o que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), disse em entrevista ao Metro1, quando questionado sobre as obras do BRT, que ainda não foram iniciadas.

"Peço o esforço do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, e da presidente Dilma para assinarem logo esse contrato para liberar a verba do BRT. Tenho certeza de que ele vai fazer um esforço adicional para agilizar isso. O senhor é amigo de Salvador e sabe que o BRT é importante para a cidade", disse, na manhã desta sexta-feira (13), durante a inauguração da estação Bonocô do metrô. 

Segundo Neto, ele chegou a fazer uma proposta para que o projeto fosse fracionado e pudesse, "pelo menos", ser iniciado. "Conversei com Kassab e disse que a gente podia tentar dividir o projeto em três etapas, então o governo já autorizaria o financiamento que está aprovado, o que seria o começo da primeira etapa, e depois daríamos seguimento ao resto. É o que estou propondo ao governo. Da mesma forma, se o governo quiser financiar 100%, a gente topa. Agora a bola está com o governo federal", afirmou.

O BRT, projeto da Prefeitura de Salvador, será construído entre a Lapa e a Ligação Iguatemi-Paralela (LIP). O trajeto, de 8,7 km, passará pelo canteiro central da Av. Vasco da Gama, Rua Lucaia, Av. Juracy Magalhães, Av. ACM, até chegar ao Iguatemi. 

Notícias relacionadas