Quinta-feira, 02 de dezembro de 2021

Cidade

Comissão de Reparação da CMS repudia atitude da organização do navio biblioteca

Organização afirmou, em rede social, que Salvador é "conhecida pela crença das pessoas em espíritos e demônios"

Comissão de Reparação da CMS repudia atitude da organização do navio biblioteca

Foto: CMS/GOVBA

Por: Marcela Vilar no dia 27 de outubro de 2019 às 13:00

A Comissão de Reparação e Combate à Intolerância Religiosa da Câmara de Vereadores de Salvador (CMS) emitiu uma nota de repúdio à atitude da organização cristã OM Ships International. No texto, a Comissãoo diz que “repudia veementemente a postura racista, preconceituosa e intolerante” praticada pela organização cristã Good Books for All Ships (GBA Ships) e pela proprietária do navio Logos Hope.

Na sexta-feira (25), a organização cristã fez uma postagem em sua rede social na qual pedia aos seguidores que orassem devido a "cidade ser conhecida pela crença das pessoas em espíritos e demônios".

O presidente da Comissão, o vereador Moisés Rocha ressaltou ainda aversão a qualquer discurso de intolerância religiosa. “Repudiamos toda e qualquer orientação, ação ou atitude que denote ódio religioso, nossa cidade é marcada pela diversidade étnico racial e de crença”, disse, em nota.

A Comissão de Reparação deverá se reunir na terça (29) para avaliar ações e medidas a serem tomadas pela Câmara de Vereadores de Salvador. O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) já investiga a empresa.

Comissão de Reparação da CMS repudia atitude da organização do navio biblioteca - Metro 1