Cidade

Salvador: 11 bairros são mais vulneráveis ao coronavírus, aponta pesquisa

Os bairros citados como os mais suscetíveis foram Cassange, São Cristóvão, Coutos, Fazenda Coutos, Nova Brasília, Valéria, Paripe, São Tomé de Paripe, Periperi, Nova Constituinte e São Marcos

[Salvador: 11 bairros são mais vulneráveis ao coronavírus, aponta pesquisa]
Foto : GOV-SP

Por Kamille Martinho no dia 24 de Junho de 2020 ⋅ 14:40

O Geocombate Covid-19, estudo realizado por pesquisadores de várias instituições de ensino, representantes do governo do estado e da prefeitura de Salvador, tem avaliado as regiões de maior vulnerabilidade a doença na capital baiana.

Segundo o estudo, 11 bairros foram citados como os mais suscetíveis: Cassange, São Cristóvão, Coutos, Fazenda Coutos, Nova Brasília, Valéria, Paripe, São Tomé de Paripe, Periperi, Nova Constituinte e São Marcos. 

“A vulnerabilidade local não é um índice que apareceu agora. É uma condição preexistente à pandemia. A gente acredita que essas condições tornam as pessoas vulneráveis à situação de risco, como estamos vivendo nessa pandemia”, disse a colaboradora do estudo e professora da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Marcella Sgura Viana, em entrevista ao G1.

A professora explica que Pituba e Brotas, bairros que concentram o maior número de casos de coronavírus em Salvador, não estão na lista alegando que as características das pessoas que residem nas duas regiões fazem com que a vulnerabilidade seja menor, apesar da existência de exceções.

Notícias relacionadas