Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Editorial

Bolsonaro 'teve que voltar atrás e engolir a vacina chinesa', diz MK; ouça

"Quem não consegue enxergar que muito disso está acontecendo por conta desse negacionismo, da ação incompetente do presidente?", questionou, em comentário na Rádio Metrópole

[Bolsonaro 'teve que voltar atrás e engolir a vacina chinesa', diz MK; ouça]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Metro1 no dia 26 de Janeiro de 2021 ⋅ 08:43

Em comentário na Rádio Metrópole, na manhã de hoje (26), Mário Kertész analisou a mudança de posição do presidente Jair Bolsonaro em relação à vacinação contra a Covid-19 e voltou a observar que as ações do governo têm contribuído para piorar a situação da pandemia no país.

"O presidente Bolsonaro viu que caiu a popularidade dele de uma forma grande pelo negacionismo. Teve que voltar atrás e engolir a vacina chinesa, comunista, de João Doria. Na revista Veja dessa semana até tem uma montagem das falas de Bolsonaro negando tudo. Já temos mais de 200 e tantos mil mortos aqui, e em determinado momento o presidente disse 'o que eu posso fazer? Não sou coveiro! E daí?'. Quem não consegue enxergar que muito disso está acontecendo por conta desse negacionismo, da ação incompetente do presidente da República, do seu ministro da Saúde e do seu governo de um modo geral? Inclusive do seu ministro das Relações Exteriores, que avacalhou com a China, com a vacina, com o vírus, os filhinhos dele também... Será que a gente não consegue enxergar isso e ver o mal que ele está nos causando? Claro, foi eleito democraticamente, acho que democraticamente ele deveria ir até o fim do governo ou então sair pela via democrática, que é o impeachment. Tem gente que continua achando que não é hora. Esse negócio de ser ou não ser hora eu acho muito relativo", disse.

Ouça o comentário completo:

Notícias relacionadas