Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Editorial

MK comenta interferência de Bolsonaro na Petrobras após alta de preços; ouça

"Precisa saber até quando [o ministro da Economia] Paulo Guedes vai aguentar", disse Mário Kertész, em comentário na Rádio Metrópole

[MK comenta interferência de Bolsonaro na Petrobras após alta de preços; ouça]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Metro1 no dia 22 de Fevereiro de 2021 ⋅ 09:22

Em comentário na Rádio Metrópole, na manhã de hoje (22), Mário Kertész falou sobre as interferências do presidente Jair Bolsonaro na Petrobras. O chefe do Executivo nacional tem anunciado medidas para reduzir o preço dos combustíveis, atendendo a um pleito dos caminhoneiros com o objetivo de evitar uma nova greve da categoria. Além disso, Bolsonaro indicou o general Joaquim Silva e Luna para a presidência da empresa, substituindo Roberto Castello Branco.

"O presidente Bolsonaro, o pessoal tá dizendo que ele 'dilmou'. Eu dei risada disso. Porque Dilma Rousseff, ex-presidente, interferiu na Petrobras, nos preços, e interferiu na energia. Foi um horror, um horror! ele agora já mudou o presidente da Petrobras e está ameaçando entrar na área de energia. Tudo bem, é a vontade dele, o presidente é ele. Precisa saber até quando [o ministro da Economia] Paulo Guedes vai aguentar. Porque Paulo Guedes tem uma visão completamente diferente. Paulo Guedes é o homem que foi o aval para o chamado mercado. O que é o mercado? As grandes corporações, os grandes bancos, a elite financeira, aquela mesmo, grana pesada. Paulo Guedes disse 'pode apoiar, pode ajudar a financiar a campanha de Bolsonaro, que eu garanto que o governo vai ser liberal, vamos privatizar, vamos fazer, vamos acontecer'. Não tô vendo nada. até hoje não privatizou xongas. E aí? Até onde esse Paulo Guedes vai aguentar? Porque também é o seguinte, saindo Paulo Guedes, quem é que vai entrar, quem é que vai continuar dando o aval para a elite financeira continuar segurando Bolsonaro?", questionou.

Ouça o comentário completo:

Notícias relacionadas