Editorial

MK se diz preocupado com protestos no Chile e política brasileira: 'O negócio tá indo pro brejo'; ouça

Além de abordar os destaques do noticiário político brasileiro e latino-americano, MK ainda recomendou a série brasileira "Irmandade", disponível na Netflix

[MK se diz preocupado com protestos no Chile e política brasileira: 'O negócio tá indo pro brejo'; ouça]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Metro1 no dia 28 de Outubro de 2019 ⋅ 08:55

O noticiário político brasileiro e latino-americano foi destaque no comentário de Mário Kertész, hoje (28), na Rádio Metrópole. MK falou sobre o resultado das eleições na Argentina e as manifestações do Chile, que avaliou como "uma coisa que preocupa, porque não é impossível de chegar em outros países".

Ao abordar as últimas polêmicas do cenário político nacional, como os áudios do ex-assessor do hoje senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), Fabrício Queiroz, Kertész leu trechos de artigos dos colunistas Elio Gaspari (leia aqui) e Jânio de Freitas (leia aqui), da Folha de S. Paulo. Ele também demonstrou revolta com os efeitos da decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, que suspendeu as investigações contra Flávio e outros acusados de crimes de corrupção.

"Vocês sabem que tem mais de 700 processos paralisados pela decisão do presidente do STF, Dias Toffoli, atendendo a pedido de Flávio Bolsonaro? Mais de 700, de corrupção, de crime do colarinho branco, formação de quadrilha e outros crimes. Todos paralisados. E Dias Toffoli posando de porreta, tendo até livro publicado, homenageado pelos seus pares. A gente tá vivendo tempos muito estranhos. E depois, tem o seguinte: ou você se encolhe e dá uma de bonzinho, diz que tá tudo bom e tenta aproveitar, pegar uma lasquinha aqui, outra ali, já que a maioria do povo brasileiro não é grande empresário, porque esses estão se dando muitíssimo bem, continuam se dando bem; ou então você mostra sua insatisfação. A gente tem que falar, a gente tem que dizer e ver o que vai acontecer. Eu acho que o negócio tá indo pro brejo rápido", analisou.

MK ainda recomendou a série brasileira "Irmandade", produção original da Netflix que estreou na última sexta (25), protagonizada por Seu Jorge e Naruna Costa. "Uma série brasileira de altíssima qualidade, que mostra o problema dos presídios e das facções criminosas. Imperdível, sobretudo para aqueles que não percebem a fábrica de bandidagem que estamos criando nos presídios e nas polícias, na corrupção policial, na teoria de que bandido bom é bandido morto, que boa parte da população acredita que é a solução", disse.

Ouça o comentário completo:

Notícias relacionadas