Editorial

Caso Queiroz 'vai render mal pro lado do governo', diz MK; ouça

Mário Kertész também afirmou que a ida do ex-ministro Abraham Weintraub para os Estados Unidos foi "armada": "Ele estava fugindo de quê?"

[Caso Queiroz 'vai render mal pro lado do governo', diz MK; ouça]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Metro1 no dia 22 de Junho de 2020 ⋅ 08:15

Em comentário na Rádio Metrópole, na manhã de hoje (22), Mário Kertész citou os recentes acontecimentos ligados ao caso do ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, preso após ser encontrado em uma propriedade do advogado Frederick Wassef. Após a polêmica, Wassef deixou de defender Flávio. Para MK, o caso Queiroz ainda vai ter muitos desdobramentos.

"Fim de semana apertado aí pro governo Bolsonaro. Essas declarações do advogado Wassef foram terríveis. Gostei muito daquela que tem se mostrado uma excelente jornalista, Andréia Sadi, que o Wassef disse que não tinha contato com Queiroz, não sabia onde ele estava, aí ela perguntou 'e ele foi parar em sua casa como? Pulou o muro? Saiu voando?'. Entrou em mil contradições, deu várias entrevistas e no final disse 'eu vou sair disso pra não prejudicar o presidente, porque ele e eu somos uma pessoa só'. Que rapaz modesto... Será que o presidente da República sabe que eles são uma pessoa só? Pois é, agora você sabe, quem se mete com quem não deve acaba se metendo em coisas sérias. (...) Esse caso Queiroz ainda vai render muito, e não é pouco não, muito e muito. E vai render mal pro lado do governo, pode ter certeza disso", pontuou.

Outro assunto foi a ida do ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, para os Estados Unidos. Embora tenha pedido demissão na quinta (18), ele só foi exonerado no sábado (20), após chegar em solo americano usando o passaporte diplomático de ministro. "Por falar nisso, essa coisa do ministro da Educação sair fugido do Brasil usando passaporte diplomático, porque ele só foi demitido quando já estava em solo americano... Ele estava fugindo de quê? Ele estava com medo de ser preso? E ser preso por quê? Que coisa mais esdrúxula! Aí com passaporte diplomático ele pousou no território americano como autoridade brasileira, não teve que ficar na quarentena, chegou em Miami, ninguém sabe em qual avião ele foi. Agora, que foi tudo armado, claro! Se ele tinha pedido a demissão dele, e só saiu publicada no Diário Oficial depois que ele já estava em solo americano? Me expliquem aí, vocês que entendem tudo do governo Bolsonaro, eu gostaria de entender essa situação", afirmou.

Ouça o comentário completo:

Notícias relacionadas