Domingo, 28 de novembro de 2021

Editorial

Mário Kertész diz que coronavírus pode ser 'provação' a Bolsonaro e deseja recuperação

MK criticou cópia do slogan nazista e tentativa de transformar Brasil numa 'ilha'

Mário Kertész diz que coronavírus pode ser 'provação' a Bolsonaro e deseja recuperação

Foto: Matheus Simoni/Metropress

Por: Metro1 no dia 07 de julho de 2020 às 10:00


Mário Kertész comentou a possibilidade do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) estar infectado pelo coronavírus e desejou que o chefe do Executivo tenha pronta recuperação. Em comentário na manhã de hoje (7) na Rádio Metrópole, ele afirmou que não compactua com quem deseja a morte do presidente.

"Hoje vai ter a contraprova do exame e vamos saber se ele está infectado e o grau de infecção que ele tem. Tem muita gente no 'Ah, que bom'. Não, eu não desejo mal a ninguém, ninguém. Muito menos ao presidente Bolsonaro. Talvez, se ele tiver que passar por isso, seja uma provação para ele aprender alguma coisa. Espero que não, espero que a gente consiga que o presidente mude, mesmo contra a vontade dele, entendendo o mecanismo de uma República, que tem outros poderes e que é possível viver com outros poderes. Por que não? Mesmo com a ideologia dele e pensamento de ultra-direita. O povo brasileiro o elegeu assim, não tem porque tem a gente ficar com agonia com isso. Vamos esperar", afirmou. 

Ainda no comentário, MK falou sobre o slogan "Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos", utilizado por Bolsonaro durante a campanha eleitoral em 2018. Ele rejeitou a hipótese de que seria uma campanha utilizada por outro candidato no passado. "Isso é uma cópia traduzida literalmente do slogan nazista. Deutschland über alles, que é Alemanha Acima de Tudo. É a mesma coisa que Donald Trump usa. Esse nacionalismo exacerbado, no momento em que a economia global é toda interdependente, é como se quisesse que o Brasil virasse uma ilha", criticou. 

Ainda de acordo com Mário Kertész, a tentativa de adotar uma postura ultranacionalista e negacionista traz resultados negativos para o país. "Aqui a gente resolve tudo e a terra é plana. Não é nada disso e a gente sabe. Esses arroubos servem para motivar pessoas que pensam assim e que se entusiasmam com Brasil acima de tudo e Deus acima de todos. Quando a gente vê mais de 65 mil brasileiros mortos pela Covid-19 e por falta de uma ação coordenada e pacífica do governo federal, que há mais de 50 dias não tem um ministro da Saúde, você não pode acreditar que essas pessoas acreditem e vivam realmente isso que Deus está acima de tudo. Se Deus, misericordioso, está acima de todos nós, nós também precisamos ser misericordiosos", comentou.

Mário Kertész diz que coronavírus pode ser 'provação' a Bolsonaro e deseja recuperação - Metro 1