Editorial

Desembargador que agrediu guarda em SP é 'a cara da elite brasileira', diz MK; ouça

"Quero ver se na hora de morrer ele morre diferente, ou se na hora que ele está sentado no vaso sanitário, o cocô dele é diferente", ironizou Mário Kertész

[Desembargador que agrediu guarda em SP é 'a cara da elite brasileira', diz MK; ouça]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Metro1 no dia 21 de Julho de 2020 ⋅ 09:21

Em comentário na Rádio Metrópole, na manhã de hoje (21), Mário Kertész repudiou o comportamento das elites política, judiciária e econômica do Brasil em meio à pandemia do coronavírus. Dizendo-se "envergonhado", MK citou o caso do desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira, que foi filmado agredindo um guarda civil em Santos (SP) após ser repreendido por não usar máscara, e voltou a alfinetar os deputados e senadores por não abrirem mão de suas "regalias" mesmo com a crise causada pela Covid-19.

"Ele se acha o quê? O porreta? É o dono do mundo, isso é a cara da elite brasileira. O desembargador rasga, esculhamba o guarda, rasga e joga no chão, e liga pro secretário de Segurança... Isso é inacreditável! [O antropólogo] Roberto DaMatta, que é um grande intelectual brasileiro, disse que obedecer para nós, brasileiros da elite é sinal de inferioridade. É mesmo. É a mesma coisa que furar fila, não obedecer o uso de máscara... 'Não, porque eu sou desembargador', grandes merdas! Com todo o respeito ao cargo de desembargador, mas neste momento, grandes merdas! (...) Quer dizer, a gente continua sendo essa elite perversa, cruel, que se acha superior, superior por quê? Porque é engenheiro, desembargador? Quero ver se na hora de morrer ele morre diferente, ou se na hora que ele está sentado no vaso sanitário, o cocô dele é diferente. Essas coisas me deixam realmente triste. (...) Os congressistas não têm vergonha de receber o adiantamento do 13º salário, com tanto brasileiro passando fome, dificuldade? O Tribunal de Justiça da Bahia queria adiantar o 13º todo e pagar férias do próximo ano, o Conselho Nacional de Justiça disse não. O CNJ já pediu para que o inquérito aberto contra esse desembargador violento, grosseiro, mal-educado fosse encaminhado pra lá. Porque você sabe, né, corporativismo, 'somos todos amigos'", pontuou.

MK também celebrou o avanço do desenvolvimento das vacinas contra a Covid-19 e desejou a recuperação do médico baiano Elsimar Coutinho, internado ontem (20) com a doença. "Espero que se recupere, porque é um homem sadio e apesar da idade, de estar numa faixa de risco, vamos fazer uma corrente para que a vida desse grande cientista baiano, brasileiro e universal seja preservada", disse.

Ouça o comentário completo:

Notícias relacionadas

[MK comenta denúncias contra Marinho e Paes; ouça]
Editorial

MK comenta denúncias contra Marinho e Paes; ouça

Por Metro1 no dia 09 de Setembro de 2020 ⋅ 08:32 em Editorial

Em comentário na Rádio Metrópole, Mário Kertész avaliou que o uso de investigações como retaliação política "mostra os tempos que nós estamos vivendo"