Editorial

MK questiona atrito entre Guedes e Maia: 'O sujeito quer brigar com o Congresso?'

Mário Kertész também falou sobre o "sumiço" da suposta jurista Cátia Raulino: "Eu fico assim perplexo com essa história"

[MK questiona atrito entre Guedes e Maia: 'O sujeito quer brigar com o Congresso?']
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Metro1 no dia 04 de Setembro de 2020 ⋅ 08:34

Em comentário na Rádio Metrópole, na manhã de hoje (4), Mário Kertész demonstrou surpresa e preocupação com o fato de o ministro da Economia, Paulo Guedes, ter proibido que os secretários da pasta se encontrassem com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). MK ressaltou que Maia ocupa uma função importante na organização dos Poderes brasileiros.

"Ele proibiu que os secretários do ministério da Economia se encontrassem com Rodrigo Maia. Maia disse que não tem problema e que vai falar com Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria de Governo. Como é que é? O sujeito quer brigar com o Congresso, com o presidente da Câmara, com tantos projetos que dependem de Maia para colocar em pauta? Não sei em outros países, mas no Brasil o presidente da Câmara tem um papel muito importante, porque decide o que vai ser votado", afirmou MK.

Outro assunto do comentário foi o "sumiço" da suposta jurista Cátia Raulino em meio aos desdobramentos da investigação sobre irregularidades em seus títulos acadêmicos. "Ela até hoje não apresentou os diplomas dela, queria saber qual a dificuldade. A Universidade Federal da Bahia, ontem, resolveu refazer as bancas nas quais ela participou e convocar o suplente dela. Agora, que coisa, por que ela sumiu, o advogado dela também? Ninguém explica qual é o caso. Eu fico assim perplexo com essa história. E como tantas universidades aceitaram, e o caso daquele advogado que passou no concurso em posição melhor do que ela e botaram ela porque era loura, branca, bonitinha", disse MK, sem deixar de ironizar a situação: "A humanidade está muito mal frequentada. Já pedi várias vezes pra parar o mundo pra eu descer e essa zorra não para. E devia ser mais fácil agora que o mundo é plano, não é redondo".

Ouça o comentário completo:

Notícias relacionadas

[MK comenta denúncias contra Marinho e Paes; ouça]
Editorial

MK comenta denúncias contra Marinho e Paes; ouça

Por Metro1 no dia 09 de Setembro de 2020 ⋅ 08:32 em Editorial

Em comentário na Rádio Metrópole, Mário Kertész avaliou que o uso de investigações como retaliação política "mostra os tempos que nós estamos vivendo"