Editorial

População também é responsável pelas mortes da pandemia, diz MK; ouça

Em comentário na Rádio Metrópole, Mário Kertész também falou sobre os resultados promissores da vacina russa Sputnik V

[População também é responsável pelas mortes da pandemia, diz MK; ouça]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Metro1 no dia 07 de Setembro de 2020 ⋅ 08:34

Em comentário na Rádio Metrópole, na manhã de hoje (7), Mário Kertész repercutiu a pesquisa Ibope divulgada ontem (6) sobre a percepção dos brasileiros a respeito da pandemia de coronavírus. MK repudiou o descaso da população em relação ao isolamento social e voltou a ressaltar a imprevisibilidade do comportamento do vírus.

"Uma pesquisa do Ibope, que eu achei até bem lúcida, pergunta quem são os responsáveis pelas mortes da pandemia. Do total, 38% dizem 'o povo', 33% dizem 'o presidente Bolsonaro'. Evidente que o povo é responsável. Se você olhar o movimento das praias ontem no Brasil todo, nos bares, nos restaurantes, o pessoal não tá nem aí nem vem chegando. Como disse o doutor Drauzio Varella, o povo brasileiro decretou o fim da pandemia, e nós estamos assistindo países da Europa voltando à pandemia. A Espanha tá tendo problema. Até a Nova Zelândia, que tinha conseguido se libertar com um lockdown severo, voltou. A maior parte das pessoas não está dando importância. Claro que a postura negacionista do presidente ajuda muito, mas não é só o presidente, somos nós. Quer dizer, eu não entro nessa, nem ninguém que tá aqui trabalhando, nem o Grupo Metrópole, que tem o maior cuidado com seus funcionários. O que não quer dizer que estejamos livres do risco, mesmo porque a maioria dos cientistas ainda não conhece os verdadeiros efeitos do vírus. A cada hora ele ataca de um jeito", analisou.

Ao falar sobre os resultados promissores da vacina Sputnik V, desenvolvida pela Rússia, MK relembrou a época da Guerra Fria, quando a rivalidade entre a antiga União Soviética e os Estados Unidos levou a grandes avanços tecnológicos. À época, a URSS enviou os primeiros seres vivos ao espaço, provocando uma reação norte-americana. "Os americanos ficaram loucos e começaram a investir maciçamente na Nasa e nos programas espaciais. Agora a Rússia vem e dá outro 'zignow' aparente, não sabemos ainda direito, e Putin bota o nome da vacina de Sputnik. A revista Lancet disse que ela é muito interessante, que pode ter efeitos positivos, os cientistas de Israel disseram o mesmo. Putin informa que a partir de outubro começa a vacinação em massa na Rússia. Tá pensando que é brincadeira, que os Estados Unidos continuam essa porretice toda?", disse.

Ouça o comentário completo:

Notícias relacionadas

[MK comenta denúncias contra Marinho e Paes; ouça]
Editorial

MK comenta denúncias contra Marinho e Paes; ouça

Por Metro1 no dia 09 de Setembro de 2020 ⋅ 08:32 em Editorial

Em comentário na Rádio Metrópole, Mário Kertész avaliou que o uso de investigações como retaliação política "mostra os tempos que nós estamos vivendo"