Editorial

MK se indigna com ‘maricas’ de Bolsonaro: ‘Envergonhado de ser brasileiro’ 

Kertész lembrou ainda do fim da fase “paz e amor” do presidente da República

[MK se indigna com ‘maricas’ de Bolsonaro: ‘Envergonhado de ser brasileiro’ ]
Foto : Matheus Simoni/Metropress

Por Metro1 no dia 11 de Novembro de 2020 ⋅ 07:57

O âncora do Grupo Metrópole, Mário Kertész, disse estar indignado com a declaração do presidente da República, Jair Bolsonaro, sobre as mortes em decorrência do coronavírus. Ontem, em evento, Bolsonaro disse: “Não adianta fugir disso, fugir da realidade. Tem que deixar de ser um país de maricas. Olha que prato cheio para a imprensa. Prato cheio para a urubuzada que está ali atrás. Temos que enfrentar de peito aberto, lutar. Que geração é essa nossa?". 

Para MK, a declaração é desrespeitosa e envergonha o país. “Estou profundamento envergonhado com o Brasil e seu presidente. ‘O Brasil precisa deixar de ser um país de maricas’. Somos ainda, segundo a visão do presidente democraticamente eleito, maricas. Com toda conotação nojenta que esse termo tem. Será que eu sou um ‘maricas’? Será que eu ajudo a construir um país de maricas? O que é um país de maricas? Um diferente do macho alfa, o que junta multidões, que nos leva ao encontro de Deus, da pátria e da família? Somos todos maricas”, questionou, durante abertura do programa na Rádio Metrópole. 

Kertész lembrou ainda do fim da fase “paz e amor” do presidente da República. “Não sei até onde a gente vai caminhar. Falou-se há pouco tempo que o presidente estava tranquilo, ontem ele desceu a ladeira na banguela. Ataca o presidente eleito dos EUA. Eu quero saber qual a pólvora que o senhor tem. Pólvora de bazófia, de ignorância? Não é possível que a gente tenha que assistir tudo isso de braços cruzados. De manhã começou com a coronavac. O presidente está se lixando para a economia, para nossas vidas, só interessa a ele a reeleição para 2022”, apontou. 

O comunicador ainda questionou quais serão os ensinamentos do presidente “macho alfa”. “Será que ele vai nos ensinar como faz rachadinha, como tem depósitos na conta da primeira-dama? Ou só vai ensinar como ser macho? Eu estou profundamente indignado e envergonhado. Eu nunca vi um negócio desses. Eu não acreditei quando eu vi. Fui tomado por uma indignação. Foi uma porrada em todos os nós, em todos os brasileiros e brasileiras. No regime militar os presidentes tinham mil vezes mais compostura que esse cidadão. Ele é um desqualificado sob todos os aspectos. Estou envergonhado de ser brasileiro”, concluiu.  

Assista aqui o comentário completo: 

Notícias relacionadas