Esportes

Sem Lucas Fonseca, Bahia divulga relacionados para enfrentar o Avaí

Após vencer a Ponte Preta no último domingo (5), o Bahia já divulgou a lista de relacionados para o próximo compromisso do tricolor na Série A, contra o Avaí, na quarta-feira (8), na Ressacada, em Florianópolis. [Leia mais...]

[Sem Lucas Fonseca, Bahia divulga relacionados para enfrentar o Avaí]
Foto : Marcelo Malaquias/Divulgação/ECB

Por Matheus Simoni no dia 06 de Novembro de 2017 ⋅ 14:39

Após vencer a Ponte Preta no último domingo (5), o Bahia já divulgou a lista de relacionados para o próximo compromisso do tricolor na Série A, contra o Avaí, na quarta-feira (8), na Ressacada, em Florianópolis. O técnico Paulo César Carpegiani não poderá contar com o zagueiro Lucas Fonseca, que saiu lesionado no último confronto. Para o lugar dele, o comandante tricolor deve utilizar Thiago Martins, que chegou a entrar no lugar do defensor durante a partida contra o time paulista.

Quem também está de volta à lista de relacionados é o volante Mateus Sales, que estava suspenso. A equipe desembarca ainda nesta segunda-feira (6) em Florianópolis e treina na terça (7) no Centro de Treinamento do Figueirense.

O time baiano ocupa a 10ª posição, com 42 pontos, cinco a menos que o primeiro time no G-7, o Flamengo. Já o Avaí se encontra na vice-lanterna da competição, com 35.

Veja a lista de relacionados:

Goleiros: Anderson, Jeanzinho e Rafael Santos;
Zagueiros: Eder, Becão, Thiago Martins e Tiago;
Laterais: Eduardo, Juninho Capixaba, Matheus Reis e Wellington Silva;
Volantes: Feijão, Ferrareis, Matheus Sales, Juninho e Renê Júnior;
Meias: Allione, Régis e Vinicius;
Atacantes: Edigar Junio, Hernane, Mendoza e Zé Rafael.

Notícias relacionadas

[Salvador pode ser sede única da Copa do Nordeste, confirma Neto ]
Esportes

Salvador pode ser sede única da Copa do Nordeste, confirma Neto 

Por Alexandre Galvão / João Brandão no dia 01 de Julho de 2020 ⋅ 16:39 em Esportes

O gestor afirmou ainda que as condições de alojamento de outros times estão em análise. “É possível que venhamos a sediar, sim. Porém não é decisão tomada”