Esportes

Barrichello lamenta falta de brasileiros na Fórmula 1 e comenta acidente com Lamborghini

Segundo o esportista, há uma falta de apoio e uma necessidade de rever as diretrizes que norteiam as entidades que chefiam o automobilismo

[Barrichello lamenta falta de brasileiros na Fórmula 1 e comenta acidente com Lamborghini]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Matheus Simoni no dia 10 de Setembro de 2019 ⋅ 12:34

O ex-piloto de Fórmula 1 Rubens Barrichello comentou a falta de representantes brasileiros na categoria de automobilismo. Ele participou de um encontro com o governador Rui Costa hoje (10), na sede da Governadoria, e apresentou um projeto de um autódromo para a região da Arena Fonte Nova. Segundo o esportista, há uma falta de apoio e uma necessidade de rever as diretrizes que norteiam as entidades que chefiam o automobilismo.

"É o momento em que se deve ter reflexão para todas as confederações e federações de automobilismo. A gente tem muito talento nos pilotos, não tenho dúvida. Mas eles precisam de ajuda, não vão chegar lá por si só. Eu mesmo consigo ver pelos meus próprios olhos a situação do meu filho na busca de patrocínio e uma busca de coisas que não acontecem porque a pessoa fala que vai ajudar", disse o ex-piloto.  

"Quantos pilotos a gente já viu chegar, como o Senna, o Piquet e o Emerson, que chegaram por si só, sem um grande apoio e só lá tiveram o apoio? É importante essa revisão desse momento para que a gente veja o quanto a gente sofre sem um brasileiro por lá", acrescentou. 

Barrichello também comentou o acidente que sofreu quando dirigia um Lamborghini Gallardo Super Trofeu Stradale, avaliado em R$ 1,7 milhão. O veículo era um dos 150 modelos construídos no mundo. De acordo com "Rubinho", o acidente demonstrou a verdade. O vídeo conta com mais de um milhão de visualizações no YouTube (clique aqui para conferir). 

"O 'Acelerados' é um programa que transborda verdade. É essa coisa da verdade que eu quero que o público chegue cada vez mais perto. O acidente aconteceu e ele precisava ser mostrado, de uma certa forma demorou por uma série de outras questões, mas fiz questão de mostrar tudo o que aconteceu. A opinião pública difere para mim e para você. Mas o importante é mostrar como aconteceu, pisei no freio, não teve a desaceleração e fui direto para as barreiras. Com certeza é algo que não é feliz naquele momento, mas é importante que o pessoal veja", contou o automobilista.

Notícias relacionadas