Esportes

Presidente do Conselho, Mota diz que Vitória só tem futebol feminino 'por obrigação'

Dirigente nega desvio de repasse destinado à categoria feito pela CBF, mas diz que verba foi usada para pagar as dívidas do Leão

[Presidente do Conselho, Mota diz que Vitória só tem futebol feminino 'por obrigação']
Foto : Divulgação/ECV/Tiago Caldas

Por Matheus Simoni no dia 03 de Julho de 2020 ⋅ 12:19

O presidente do Conselho Deliberativo do Vitória, Fábio Mota, defendeu o clube e afirmou que não houve desvio da verba destinada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) às atletas do futebol feminino. Em entrevista à Rádio Metrópole hoje (3), ele afirmou que o montante foi utilizado para quitar outras dívidas do rubro-negro. Segundo Mota, a verba não chegou para o futebol feminino, "chegou porque o Vitória tem futebol feminino".

"As jogadoras de futebol feminino não são nem contratadas, não têm carteira assinada, são bolsistas do Vitória. O Vitória só tem futebol feminino por obrigação, se não fosse assim, não teria porque ter futebol feminino em uma crise dessa que a gente não tá tendo dinheiro nem pra pagar o masculino, que é o que sustenta o clube", declarou. 

"Você administra uma casa. Na frente da sua casa, tem os boletos para pagar. Tem o boleto da água, da energia e gás. Você tem que escolher a prioridade para não parar. No primeiro momento, tem que pagar a luz e a água para não serem cortadas. Depois que melhorar, paga o restante", explicou o dirigente.

Leia mais:

>>> Paulo Carneiro se irrita ao falar de verba do futebol feminino: 'Quem manda no Vitória sou eu'

>>> Grupo de torcedores do Vitória cria campanha para arrecadar dinheiro em prol do futebol feminino

>>> Após receber R$ 120 mil da CBF, Vitória nega a jogadoras ajuda de custo de R$500

Notícias relacionadas

[Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia define comissões ]
Esportes

Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia define comissões

Por Metro1 no dia 03 de Agosto de 2020 ⋅ 09:57 em Esportes

Já a terceira comissão tem Ricardo Borges Macarajá Pereira, Carlos Eduardo Carvalho Monteiro, Carlos Alberto Mascarenhas de Carvalho Junior, José Geraldo Ribeiro Mota e R...