Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Internacional

Candidato da extrema direita lidera eleições primárias na Argentina

A eleição presidencial ocorrerá em 22 de outubro, enquanto isso, as Primárias Abertas, Simultâneas e Obrigatórias (PASO) funcionam como um teste eleitoral, aferindo as possibilidades dos partidos

Candidato da extrema direita lidera eleições primárias na Argentina

Foto: Telam/Camila Godoy

Por: Metro1 no dia 14 de agosto de 2023 às 07:06

Atualizado: no dia 14 de agosto de 2023 às 16:38

O líder das primárias da eleição à Presidência da Argentina foi o candidato da extrema direita, Javier Milei. Com mais 97% das urnas apuradas, o ultraliberal somou 30,4% do votos neste domingo (13).

Autointitulado "anarcocapitalista", Javier é um admirador dos ex-presidentes Jair Bolsonaro (PL) e Donald Trump. Ele representa o voto indignado e raivoso contra os partidos políticos tradicionais da Argentina. Especialistas acreditavam que Milei vinha desidratando nas últimas semanas, após os candidatos de sua coalizão fracassarem nas eleições locais. 

Em segundo lugar, ficou o atual ministro da Economia, Sergio Massa, com 21,40% dos votos. Ele é um nome ligado ao peronismo. Seu desempenho representa um resultado histórico, já que as alianças peronistas desde 2011 têm as maiores porcentagens. Já a ex-ministra da Segurança, Patricia Bullrich apareceu com 16,98%.

A eleição presidencial ocorrerá em 22 de outubro. As Primárias Abertas, Simultâneas e Obrigatórias (PASO) funcionam como um teste eleitoral, aferindo as possibilidades dos partidos.