Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Terça-feira, 16 de abril de 2024

Internacional

Principal opositor de Putin, Alexei Navalny morre na prisão aos 47 anos

Governo russo afirma desconhecer causa da morte; documentário sobre a trajetória de Alexei ganhou o Oscar em 2023

Principal opositor de Putin, Alexei Navalny morre na prisão aos 47 anos

Foto: Reprodução Twitter

Por: Metro1 no dia 16 de fevereiro de 2024 às 10:02

Atualizado: no dia 16 de fevereiro de 2024 às 12:26

O líder opositor russo Alexei Navalny, morreu nesta sexta-feira (16) aos 47 anos na prisão. A informação foi divulgada pelo serviço penitenciário da região de Yamalo-Nenets, onde ele cumpria pena há cerca de três anos.

Em comunicado, o Serviço Penitenciário Federal disse que Nalvany perdeu a consciência após se sentir mal durante uma caminhada. O governo russo afirma não ter nenhuma informação sobre a causa da morte.

Alexei Navalny era um ativista anticorrupção e ex-advogado que ganhou fama há mais de uma década ao satirizar a elite do presidente Vladimir Putin e fazer acusações de corrupção por parte do governo. Na década de 2010, por exemplo, ele liderou um movimento contra Putin que levou milhares de pessoas às ruas do país.

Ele cumpria pena de 19 anos de prisão por "extremismo", após ser detido em janeiro de 2021 ao retornar à Rússia, depois de se recuperar na Alemanha de um envenenamento que, segundo ele, foi planejado pelo Kremlin. Ainda em 2021, a defesa de Navalny denunciou que o cliente estava sofrendo privação do sono pelos guardas da instituição, o que eles classificaram como uma tortura. 

Em dezembro de 2023, Navalny chegou a ficar duas semanas desaparecido, após sua equipe perder o contato com ele. Os advogados chegaram a alertar à imprensa que Navalny estava com a saúde debilitada antes de seu desaparecimento, por ser “privado de comida” e “mantido em uma cela sem ventilação”. A prisão, chamada de Lobo Polar, é considerada uma das prisões mais difíceis da Rússia. Durante o inverno, as temperaturas no local podem chegar a até -28°, localizada a cerca de 60 km ao norte do Círculo Polar Ártico.

A morte de Navalny acontece a menos de um mês da eleição presidencial que dará mais um mandato de seis anos ao líder russo. O documentário acerca de sua trajetória, focado no caso do envenenamento, ganhou o Oscar da categoria em 2023.