Justiça

Supremo nega pedido para liberar voto de eleitores com título cancelado

Por 7 a 2, Corte decide que o cancelamento de título de quem não fez o cadastramento biométrico é constitucional

[Supremo nega pedido para liberar voto de eleitores com título cancelado]
Foto : Carlos Moura / SCO / STF

Por Leonardo Sousa no dia 26 de Setembro de 2018 ⋅ 19:46

O Supremo Tribunal Federal negou, nesta quarta-feira (26), o pedido de liberação da votação dos eleitores que tiveram o título cancelado por não terem feito o cadastramento biométrico, apresentado pelo PSB.

Apenas Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio Mello votaram a favor do pedido, enquanto os outros sete ministros foram contra.

A decisão pela constitucionalidade da legislação que permite o cancelamento dos títulos significa que cerca de 3,4 milhões de eleitores, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ficarão impedidos de exercer o voto.

Notícias relacionadas